terça-feira, 27 de janeiro de 2009

O Poder do Louvor

Cantar é algo que todos gostamos de fazer. E sempre, quando em nossa congregação o ministério de louvor toca uma canção que gostamos e que mexe conosco, levantamos as mãos, choramos e vivemos aquele momento de forma intensa e apaixonada diante do Senhor. Algumas canções nos levam a declarar nossa total rendição e amor ao Senhor com frases como: “- eu estou disposto a morrer por Ti”; “- tudo que tenho é totalmente teu”; “-entra na minha casa, mexe com minha estrutura...”; e outras que temos ouvido e cantado.

O Salmo 140.6 diz: “Estejam na sua garganta os altos louvores de Deus, e espada de dois fios nas suas mãos.” O povo de Deus, é um povo que gosta de louvar, de cantar ao Senhor por tudo que Ele fez , e que também O adora pelo que Ele é. O problema é que ao cantar não nos atentamos para o que proclamamos no reino espiritual. Quando cantamos, e assim fazemos sem perceber, declaramos verdades espirituais e pedimos ações do Senhor em nosso favor, e por conta de toda atmosfera e emoções que nos cercam, acabamos nos distraindo e não prestamos atenção no que estamos fazendo. Mas estas verdades espirituais que declaramos no louvor e na adoração, são recebidas pelo Senhor e Ele as responde agindo em nossas vidas e ao nosso redor.

Vou contar uma experiência que aconteceu comigo. Desde a primeira vez que ouvi a canção faz um milagre em mim, do Regis Danese, gostei muito e já tive a oportunidade de ministrá-la na igreja. Essa semana estava passando por uma situação delicada e de repente me lembrei do que tenho cantado e alguns trechos desta canção vieram a minha mente: “mexe com minha estrutura”; “entra na minha casa”. E vi que naquele momento o Senhor estava era mexendo com minha estrutura, com minha base e me “ensinando a ter santidade” e a amar. Por um momento parei para meditar no que cantava com tanto fervor e vi que o Senhor estava apenas respondendo o que eu tinha pedido.

“E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á; E qual o pai de entre vós que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente?. Ou, também, se lhe pedir um ovo, lhe dará um escorpião? Pois se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?” Lucas 11.9-13

Desde que cheguei da Escola Adorando, tenho me disciplinado a ter um tempo devocional nas manhãs. E esta semana, durante um tempo que tive com Deus li este trecho de Lucas 11 e meditando nele percebi que o que tem faltando em mim muitas vezes é a busca, já que algumas coisas eu não tenho encontrado e a Palavra diz: “buscai, e achareis”, é simples! E as portas que não se abrem, é só bater que se abrirão, e o pão (alimento espiritual) que necessitamos é só pedir que ele nos dará. Após a leitura do texto, fui orar e quando liguei o mp3 começou a tocar aquela canção da Chris: “Se eu pedir eu sei, o Senhor dará, se buscar por Ti eu encontrarei...” fiquei parado e percebi que Deus queria mesmo me ensinar a pedir e a discernir o tempo de receber.

Quando louvamos, Ele nos ouve e está atento ao que declaramos. No louvor batemos e portas são abertas; pedimos, e recebemos; buscamos e encontramos! Esse é o poder do louvor na vida de um cristão. Não se espante quando Deus começar a fazer na sua vida o que você tem pedido a Ele através de canções que tem cantado.

“E assim a minha língua falará da tua justiça e do teu louvor todo o dia.” Salmos 35.28

Seja sincero com Deus.

Que sua vida seja o louvor mais belo ao Senhor!

Deus te abençoe!

3 comentários:

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

E se você continuar assim te garanto que nem vai precisar que as portas se abram... você as atravessará, como Jesus fez...hehehehehe Ele é Lindo, né?

jefferson leal disse...

a paz do senhor meu querido gostei do teu blog e gostaria de lhe pedir para que fazemos trocas de links e tb passar a seguir meu blog e eu farei o mesmo da uma respostas ok

- disse...

O louvor é como arar a terra para receber a semente que é a palavra, o louvor do verdadeiro adorador, quando chega ao senhor tem poder de libertar, de curar, de salvar...embora algumas Igrejas sejam pentecostais o louvor não é menos importante do que a oração, louvar é uma maneira direta de adoração ao senhor, e demonstrar o quanto é prazeroso render graças ao nosso Senhor, Majestoso ,Todo Poderoso e ÚNICO Digno de toda honra e toda glória !